Elaborando Projetos Sociais e Culturais

De segunda a sexta! Sempre um vídeo novo!

Ford e a Economia Criativa – O Que Elas tem em Comum

337 visualizações

FORD E A ECONOMIA CRIATIVA
O que uma montadora que acaba de fechar suas portas no Brasil, tem em comum com a Economia Criativa?
É importante saber que o mundo já não é mais como antigamente.
A época da revolução industrial já acabou faz algum tempo e muita gente parece que não percebeu isso.
Dentre todas as revoluções que provocaram o desenvolvimento no mundo a revolução industrial deixou um legado de grandes empreendimentos e ao mesmo tempo de grande destruição do meio ambiente.
Mais recentemente percebemos que há uma queda e uma fuga de grandes indústrias, principalmente no Brasil, tendo em vista que o formato de produção tem migrado para os segmentos de serviços.
Qualquer produto que seja confeccionado em uma grande indústria pode – nos dias de hoje – quase que ser confeccionado em casa.
Com o tanto de tecnologia que temos até mesmo um carro pode ser produzido de forma personalizada no seu quintal. Claro que isso demanda tempo e dinheiro.
Carros não são mais o objeto mais desejado pelo jovem bem sucedido que esteja em idade de ter a sua habilitação. Da mesma forma, é preciso perceber toda essa mudança no mercado. Os mais velhos poderão dizer que eu estou errada, mas as estatísticas confirmam que há uma queda no número de indústrias e de produção industrial no Brasil e consequentemente nos empregos que essas indústrias geram. Segundo dados veiculados no portal UOL em 27 de julho de 2021 – o número de empresas industriais do país chegou a pouco mais de 300 mil (306,3 mil) em 2019, com queda acumulada de 8,5%, ou menos 28 mil e 600 empresas, desde 2013. Essas empresas ocupavam quase 8 (7,6) milhões de pessoas, contingente que vem recuando há seis anos, acumulando queda de 15,6%, com menos 1 milhão e 400 mil trabalhadores, desde 2013.
Enquanto isso, o setor de serviços cresceu – Segundo dados do IBGE no confronto com maio de 2020, os serviços cresceram 23,0% no mesmo mês deste 2021. Segundo o IBGE, essa é a terceira taxa positiva seguida e a mais intensa da série histórica iniciada em janeiro de 2012. Nessa comparação, o crescimento foi acompanhado por todas as atividades.

Mas porque todos esses dados se o título do vídeo é FORD e a ECONOMIA CRIATIVA?
Justamente para explicar para você que as indústrias estão em declínio no mundo todo e o que está chegando para ficar é a ECONOMIA CRIATIVA. Lembro que o setor de serviços está crescendo e é justamente aí que estão todos os segmentos desta tal ECONOMIA CRIATIVA.
E não à toa, durante a pandemia tiveram crescimento expressivo as empresas direta e indiretamente ligadas a tecnologia da informação e tudo o que possa envolver a transmissão de conhecimento on-line. E todas essas empresas estão na ECONOMIA CRIATIVA.
Então FORD o símbolo máximo da revolução industrial de fato está sendo superado por toda a criatividade envolvida na Economia Criativa.
Eu só não entendo porque os gestores públicos ainda não entenderam isso e porque Ministros de Estado ainda teimam em tentar fortalecer uma indústria que já não tem mais espaço no desenvolvimento mundial e ainda porque não se pensam políticas públicas ou incentivo para que a Economia Criativa possa de fato tomar o espaço que já tem em outros países.
é isso!

Veja mais em
▶ https://economia.uol.com.br/noticias/agencia-brasil/2021/07/21/ibge-industrias-empregavam-76-milhoes-de-pessoas-em-2019.htm?cmpid=copiaecola
▶ https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2021-07/setor-de-servicos-cresce-12-diz-pesquisa-do-ibge

#elaborandoprojetos #culturagerafuturo #culturaéfermento

**************************************************
Inscreva-se no canal e receba mais informações para os seus projetos:
▶ Link do Vídeo: https://youtu.be/8WZ9lhtHG-o
▶ Canal: http://youtube.com/ElaborandoProjetos
▶ Facebook: http://fb.com/ElaborandoProjetos
▶ Twitter: http://twitter.com/ElabProjetos
▶ Instagram: http://instagram.com/ElaborandoProjetos
**************************************************