Elaborando Projetos Sociais e Culturais

De segunda a sexta! Sempre um vídeo novo!

Onde Estão os Empregos

451 visualizações

ONDE ESTÃO OS EMPREGOS?
Fica comigo que hoje vamos entender um pouco sobre o mercado e os novos gráficos divulgados sobre empregos no Brasil

Com informações divulgadas no G1 com base no CAGED – Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados vamos ver os gráficos e informações sobre as colocações e empregos em 2019.
O Brasil criou 644.079 empregos com carteira assinada em 2019.
Pelo meu ponto de vista, emprego com carteira assinada continua difícil. São cada vez mais raros esses empregos tendo em vista principalmente as novas formas de relacionamento empregado x empregador, condições do próprio mercado, economia do país e do mundo, entre outros fatores.
Mas eles ainda existem em grandes empresas, indústrias e na construção civil.
E segundo os dados divulgados onde houve mais contratações em 2019?
O secretário de Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Dalcolmo, informa que o aumento de empregos formais é um sintoma de retomada da economia brasileira e da confiança do empresariado na política econômica do governo. Será?
A indústria, depois de anos registrando dados negativos, voltou a reagir, puxada também pela construção civil. Segundo ele, a indústria fechou vagas entre 2014 e 2017 e, no ano de 2018, abriu 2.610 vagas, com desempenho “praticamente estável”. Em 2019, criou 18 mil empregos formais. O que significa 18mil postos de trabalho num universo de 12 milhões de desempregados? Quase nada… Mas mesmo assim há um otimismo na recuperação da indústria. E eles – os empresários da indústria – querem mesmo que essa recuperação aconteça. Mas olhando os gráficos de perto vamos ver que o setor que mais emprega – e claro porque temos mais consumo, mas não só isso, é o setor dos serviços.
Das mais de 600 mil posições de trabalho geradas em 2019, mais da metade foram ocupadas por postos no setor de serviços com 382.525 empregos, seguido do comércio com 145.475 vagas.
E onde estão as pessoas / profissionais que trabalham na economia criativa, na economia da cultura?
Exatamente no segmento dos serviços!
Ainda são os pequenos empreendimentos – notadamente os criativos – que de alguma forma estão impulsionando as colocações profissionais.
Serviços vinculados à moda, à gastronomia, artes em geral, turismo, design, tecnologia, tecnologia da informação, artesanato, e muitos gerenciados por mulheres, são só alguns que estão nesse pacote.
A indústria e a construção civil continuarão a ser setores com alguma capacidade para empregar com carteira assinada, mas é no pequeno empreendedor que a solução para o desemprego pode de fato acontecer.
Enquanto o CAGED informa algum emprego na indústria o IBGE aponta que houve retração na produção industrial de 1,1% principalmente na indústria extrativista e tendo em vista os problemas na Barragem de Brumadinho. A produção industrial recuou em 11 dos 15 locais pesquisados pelo IBGE, na passagem de outubro para novembro de 2019. Na comparação com novembro de 2018, houve quedas em dez locais.
Levando tudo isso em consideração é importante que fomentos e incentivos para os pequenos empreendimentos devam ser pensados. Pena que a gestão pública só pensa nos grandes.
E vc que está desempregado? Já pensou que talvez a solução prá vc, possa estar num pequeno empreendimento e não na grande fábrica?
é isso!

▶ https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/01/24/brasil-cria-empregos-644-mil-empregos-formais-em-2019-melhor-resultado-em-6-anos.ghtml

#elaborandoprojetos #culturagerafuturo #culturaéfermento

**************************************************
Inscreva-se no canal e receba mais informações para os seus projetos:
▶ Link do Vídeo: https://youtu.be/zZVyFzlrVmQ
▶ Canal: http://youtube.com/ElaborandoProjetos
▶ Facebook: http://fb.com/ElaborandoProjetos
▶ Twitter: http://twitter.com/ElabProjetos
▶ Instagram: http://instagram.com/ElaborandoProjetos
**************************************************