Elaborando Projetos Sociais e Culturais

De segunda a sexta! Sempre um vídeo novo!

Como Achar Pessoas Prá Trabalhar Comigo?

1135 visualizações

Como achar pessoas prá trabalhar comigo?
E ainda como achar as pessoas certas para estar no meu empreendimento?


O desemprego joga muitas pessoas competentes no mercado de trabalho.
Mas um empreendimento criativo muitas vezes não trabalha com pessoas contratadas no formato CLT.
A carteira assinada no empreendimento criativo é quase que uma excessão.
Mas então como funciona isso?
A forma como criativos trabalham é essencialmente em colaboração.
Trabalhos colaborativos com foco no empreendimento.
Pode parecer estranho prá quem sempre teve uma carteira assinada.
E o que regula esse relacionamento pode ser só um contrato de prestação de serviços ou um contrato de parceria.
E na maioria das vezes é o relacionamento de confiança entre as partes que faz o empreendimento acontecer.
Mas o problema maior é encontrar A ou AS pessoas certas para estar junto com você no seu negócio.
Quando a gente começa, muitas vezes os que estão mais próximos, são os que vão se envolver com o seu empreendimento.
Você acaba colocando a mãe, a irmã, o pai, um primo, prá trabalhar com você.
Primeiro porque eles estão próximos. Eles conhecem você! Eles estão dispostos a colaborar para que a sua ideia dê certo.
Se der certo todos ganham.
Mas também muitas vezes a família é a última a entender o que o empreendedor criativo está fazendo ou querendo fazer e acha que tudo é perda de tempo.
Muitas vezes você pode estar sozinho no seu empreendimento porque o que você idealizou como negócio depende exclusivamente de você.
Um artista, um criativo, muitas vezes está sozinho.
Ele cria, pensa a obra, executa a obra, divulga a obra, vende e recebe pelo trabalho realizado.
E chega o momento em que você, artista, criativo, decide planejar o futuro.
Você idealiza ministrar oficinas da sua arte em todo o território nacional.
Escreve projetos em leis de incentivo. Aprova e viabiliza!
Na hora em que o projeto começa a andar você necessariamente vai precisar contratar pessoas para colaborar com a produção, administração e prestação de contas.
Você pode recorrer ao mercado, contratar, pagar. E encerrados os trabalhos cada profissional segue o seu caminho.
Mas as coisas estão andando tão bem que você decide ampliar aquilo que faz e estabelecer uma associação sem fins lucrativos.
Enquanto no projeto você recorre ao mercado, contrata os profissionais e quando o projeto se encerra os profissionais retornam para o mercado, na associação sem fins lucrativos o relacionamento vai ser outro.
As pessoas que vão estar na associação terão um relacionamento diferente e mais duradouro.
E então? Como achar essas pessoas para colaborarem com você?
De novo vai recorrer aos parentes?
Se você construiu fortes relacionamentos com os profissionais que colaboraram nos projetos, boa parte deles poderão estar com você na associação.

Estabelecer o grau de confiança necessário para que um empreendimento ande e tenha sucesso não é simples.
Lidar com pessoas não é fácil. E se elas forem parentes o relacionamento então pode ser muito pior.
Nas grandes empresas há processos de seleção de recursos humanos executados por equipes altamente qualificadas que nós, nos pequenos empreendimentos muitas vezes não temos.
E temos que confiar no que sentimos em relação às pessoas.
E podemos nos enganar com o que sentimos e contratar ou estabelecer trabalhos e parcerias com pessoas erradas.
Uma forma de começar esse trabalho com pessoas que não conhecemos é analisar o currículo que ela apresenta.
E tomar cuidado porque o papel aceita qualquer coisa que se escreva nele.
Assim um profissional pode se apresentar como expert em uma atividade, mas na hora em que você pede para ele executar aquela atividade, ele está inseguro, comete erros ou mesmo “enrola” e não entrega.

Além de analisar o currículo você tem que checar as informações que ele colocou ali.
Quem ele colocou como referencias? Prá quem ele já trabalhou? Muitas vezes com uma única ligação para essas pessoas que estão anotadas no currículo, você já desvenda o mistério da competência da pessoa que você quer contratar.
Uma outra forma é checar as redes sociais dessa pessoa.
As pessoas se expõem muito nas redes sociais. E dar uma olhada no perfil do “seu candidato” no facebook pode dar “pistas" de quem ele de fato é.
Ou mesmo procurar por ele no google.
Se as informações que estão no currículo entregue não batem com o que você achou na internet, pode se livrar de uma fria antes mesmo de um contato mais pessoal e nem trazer a pessoa para conhecer o que você está fazendo.


**************************************************
Inscreva-se no canal e receba mais informações para os seus projetos:
▶ Link do Vídeo: https://youtu.be/JRJFRLVNL2s
▶ Canal: http://youtube.com/ElaborandoProjetos
▶ Facebook: http://fb.com/ElaborandoProjetos
▶ Twitter: http://twitter.com/ElabProjetos
▶ Instagram: http://instagram.com/ElaborandoProjetos
**************************************************