Elaborando Projetos Sociais e Culturais

De segunda a sexta! Sempre um vídeo novo!

Gravação de CD nas Leis de Incentivo

689 visualizações

Porque inscrever projeto de gravação de CD nas leis de incentivo?
Fica comigo que eu vou contar o que eu acho sobre isso!

Quem é que vive - nos dias de hoje - de venda de CD? Raros, pouquíssimos músicos podem afirmar que sua renda vem da venda dos seus discos, cd’s.
Essa foi uma prática muito comum nos anos 70, 80 do século passado. De lá prá cá muita água passou por baixo dessa ponte.
Você não armazena mais as suas músicas em discos e poucos tem uma máquina prá tocá-los.
Se a tecnologia mudou e a forma de colocar o seu produto cultural, a sua música no mercado mudou, pergunto: Porque inscrever nas leis de incentivo o projeto prá gravar o seu CD?
Será que vai aparecer algum patrocinador interessado nesse produto?
Nos dias de hoje você deve estar baixando a música que quer ouvir dos “n” aplicativos existentes. Cada vez mais o celular está nas mãos com a quantidade de músicas que você quiser. Então porque ter um CD?
Bom, o CD ainda é objeto de desejo de alguns. Muitos fãs colecionam ou até compram por impulso no fim do show. Então você precisa ter o material disponível para venda porque o seu fã vai querer esse material.
Quantos CD’s você consegue vender no final do show? Dois? Três? Trezentos? Tudo depende do seu público e do número de seus fãs no show. É preciso ter o material, é preciso ter o CD nas mãos para oferecer e vender no final do espetáculo.
Mas eu não acredito que um patrocinador queira investir verba direta ou mesmo do seu imposto num projeto de gravação de CD. É possível conseguir patrocinadores interessados?
Sim é possível. Não estou dizendo que NINGUÉM consegue viabilizar o projeto de gravação de cd através das leis de incentivo. Digo que é muuuuito difícil isso acontecer.
Porque hoje o músico, ou a banda, vive da venda de shows. São os espetáculos e os ingressos que garantem a sustentabilidade do músico. E posso garantir que a maioria dos músicos deste país vivem de outras formas. Vivem com aulas que ministram, de apresentações rápidas em festas das cidades ou festas sociais e particulares. Raros são os músicos que conseguem escalar e estar na mídia.
E estar na mídia também não é garantia de sucesso. Conheço uma porção de artistas que conseguem sobreviver com aulas, distribuição de sua composições em plataformas e aplicativos, palestras e outras formas cada vez mais inovadoras de colocar a música junto do público.
Pense nisso! As leis de incentivo são cada vez menos o melhor lugar para projetos de gravação de CD’s mas é lugar ideal para os seus espetáculos musicais e oficinas.


**************************************************
Inscreva-se no canal e receba mais informações para os seus projetos:
▶ Link do Vídeo: https://youtu.be/JUEcPYxjAlU
▶ Canal: http://youtube.com/ElaborandoProjetos
▶ Facebook: http://fb.com/ElaborandoProjetos
▶ Twitter: http://twitter.com/ElabProjetos
▶ Instagram: http://instagram.com/ElaborandoProjetos
**************************************************