Elaborando Projetos Sociais e Culturais

De segunda a sexta! Sempre um vídeo novo!

Qual o Impacto da Meia Entrada no Mercado do Cinema

453 visualizações

Impacto meia entrada do cinema
Qual o impacto da meia entrada no mercado do cinema brasileiro? A ANCINE realiza consulta pública sobre a influência da obrigatoriedade legal dessa meia-entrada sobre o mercado exibidor brasileiro
Fica comigo

Com notícia veiculada no site da ANCINE a agência informa que aprovou no último dia 26 de maio, a colocação em consulta pública, por 45 dias, da Análise de Impacto Regulatório – AIR sobre a influência da obrigatoriedade legal de meia-entrada sobre o mercado exibidor brasileiro.
Quem tiver interesse pode ler o documento na íntegra no link que está na descrição deste vídeo e já preparar as suas contribuições que poderão ser enviadas até 13 de julho de 2020.
A AIR, sob a coordenação e relatoria da Diretora Luana Rufino, foi realizada pela Superintendência de Análise de Mercado (SAM) e Secretaria Executiva (SEC), a partir de dados do Sistema de Controle de Bilheteria (SCB).
O documento faz uma análise, inédita, do número de ingressos vendidos de meia-entrada entre o início do ano de 2017 e o término de 2019.
São apresentados dados relativos à proporção de ingressos vendidos em salas de cinema entre meias entradas e ingressos inteiros.
Você vai encontrar no relatório dados por Estado brasileiro e uma análise mais detalhada das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, traçando uma relação entre esses números e indicadores sociais.
O estudo nos mostra que a maioria dos ingressos vendidos são de meia entrada. Segundo os dados inéditos do SCB-Sistema de Controle de Bilheterias, ao término do ano de 2019, 80% dos ingressos foram de meia entrada sendo que destes 59,75% legal, 17,27% promocionais e 2,34% cortesias.
Para compensar esse GRANDE acesso à meia-entrada, o valor do ingresso praticado em todo o mercado é alto, em comparação com outros países.
Apesar de ser abrangente, essa política não atende uma boa parcela da população que está completamente fora do direito a meia-entrada e que também não possui condições econômicas de frequentar salas de cinema. Os critérios que temos hoje para a meia entrada não estão baseados na renda do público.
Quem ganha menos fica completamente fora do programa da meia entrada para estudante – por exemplo – uma vez que pessoas com menos renda tendem a ficar menos tempo nas escolas.
Essa análise trabalha com os dados de mercado referentes às hipóteses de meia-entrada legal, e de ingressos promocionais e ao final, quer discutir alternativas e apresentar uma nova proposta voltada ao aperfeiçoamento e correção de eventuais falhas nessa política pública, exclusivamente para o mercado de salas de cinema.
Para participar da Consulta Pública, é preciso se cadastrar no Sistema de Consulta Pública.
Os documentos podem ser consultados, sem necessidade de cadastro, na página Consulta Pública e as dúvidas sobre o funcionamento do sistema devem ser encaminhadas para o email que está junto com os outros links na descrição deste vídeo.
A Análise de Impacto Regulatório é um instrumento importante e fundamental para a melhoria da qualidade regulatória, servindo como importante subsídio para tomada de decisões.
A ANCINE tem utilizado largamente essa ferramenta na melhoria do seu ambiente regulatório.

Cadastro
▶ http://sad.ancine.gov.br/consultapublica/telaPrincipalUE.do?method=initListar
Consulta Pública
▶ https://www.ancine.gov.br/consulta-publica
Análise de Impacto Regulatório
▶ https://www.ancine.gov.br/sites/default/files/analise_de_impacto_regulatorio_meia_entrada.pdf

Dúvidas
▶ ouvidoria.responde@ancine.gov.br

#elaborandoprojetos #culturagerafuturo #culturaéfermento

**************************************************
Inscreva-se no canal e receba mais informações para os seus projetos:
▶ Link do Vídeo: https://youtu.be/l_Rm0gOo7Is
▶ Canal: http://youtube.com/ElaborandoProjetos
▶ Facebook: http://fb.com/ElaborandoProjetos
▶ Twitter: http://twitter.com/ElabProjetos
▶ Instagram: http://instagram.com/ElaborandoProjetos
**************************************************